Arquivo da tag: Finanças

Simplifique. Como Colocar a Energia no Lugar Certo?

Olá Psi,

Estes dias um amigo que estava passando um “aperto” financeiro me perguntou se eu o ajudaria com dicas de empreendedorismo e se ele tinha o perfil para empreender…

É claro que eu disse “SIM!” para tudo!

Porque apesar de algumas pessoas terem mais facilidade que outras, um empreendedor se desenvolve com tempo e ninguém fica ótimo em algo do dia para noite.

O que não falei para meu amigo, é que os Psicólogos (e ninguém vai contar isso em lugar nenhum para você), são geralmente, pessoas com um perfil empreendedor incrível!

Reflita comigo:

Dentro do Consultório, para auxiliar uma pessoa, o psicólogo já é empreendedor:

  • Um bom psicólogo no consultório tem iniciativa, aguarda o momento certo para agir, e, psicólogos são ótimos nisso;
  • Psicólogos são perseverantes, porque é preciso paciência e persistência nos casos mais difíceis, não é?
  • Psicólogos assumem riscos calculados, quando aceitam trabalhar com alguém mesmo sem saber de tudo e até se sentindo preocupados com a situação;
  • Psicólogos tem capacidade de esquematizar, planejar suas ações para auxiliar outras pessoas;
  • Psicólogos trabalham a empatia e estão sempre buscando aprimoramento profissional para auxiliar as pessoas;
  • Psicólogos conhecem diversos outros psicólogos e, têm uma boa rede de contatos, onde trocam informações relevantes para se ajudar com o trabalho;
  • Psicólogos têm autoridade dentro do consultório e usam ela da forma mais equilibrada possível!

Sei que você poderia pensar que, fazer algo em uma área, não é igual a fazer algo em outra área.

Se somos confiantes em uma situação, não significa que sejamos em outra, certo?

Mas, em contrapartida, o que é mais fácil?

  • Transportar características e habilidades que já temos em uma área para outra?
  • Ou desenvolver tais características e habilidade que não existem ainda?

Tudo que você precisa para escrever um bom texto, gravar um vídeo, gerar valor, provavelmente está aí, dentro de você.

É claro, talvez alguém se sinta profissionalmente falho em uma destas questões que citei acima. Neste caso, eu só posso dizer, que quando pensamos em empreender criamos uma motivação e alavanca para sermos dia a dia profissionais melhores.

Percebe como as coisas se casam?

Agora, me diga uma coisa Psi: Com que tipo de cliente / paciente / situação, este perfil empreendedor surge com mais energia na sua vida?

Talvez, esta energia empreendedora surja com pessoas ansiosas, homens com baixa autoestima, pessoas co-dependentes, ensinando, analisando… É bem provável que descobrindo isso, você esteja diante de um sinal… Um Sinal de onde realmente Colocar Seu Foco.

Simplifique e Empreenda, Psi!

Cadu Borbolla

“Empreenda psi, de mãos dadas com a sua independência”