Arquivo da tag: Empreendedorismo

Criatividade para Empreender não é Criar algo Totalmente Novo

Olá psi, tudo bom? Vamos falar de Criatividade para Empreender?

Sempre que falamos de Empreender parece que estamos falando de um tipo de inovação sem precedentes.

Mas na verdade o empreendedor não é necessariamente quem tem uma ideia 100% nova (se é que isso existe).

Se por um lado ser o 1º tem suas vantagens, por outro é um grande desafio. Quem saí na frente geralmente tem muito mais trabalho porque é um desbravador.

Os desbravadores nem sempre são os melhores, podem até ser, mas essencialmente são os que reconhecem o terreno mais rápido.

O desbravador corre mais riscos e até cai em alguns buracos, simplesmente por sua posição.

Se você tem uma ideia totalmente nova, tem de se preparar para eventuais tombos. Mas se não tem uma ideia totalmente nova, não se preocupe. A Maioria dos empreendedores não inova, faz apenas boas combinações, que chamamos ainda sim de Inovação.

Vi muitos Psis decidindo não começar um canal no youtube, escrever textos, fazer palestras e outras coisas que gostariam, simplesmente porque pensam que já existem pessoas fazendo aquilo.

Não percebem que mesmo que estas pessoas estejam adiantadas, elas oferecem a vantagem de um terreno desbravado, e podemos aprender muito com elas sobre o que fazer e o que não fazer.

No campo empresarial isso fica fácil de entender:

Quando o dono da TAM, Comandante Rolim, decidiu concorrer com VASP, VARIG e outras companhias aéreas, ele simplesmente entrou em um terreno já desbravado.

Mas fez isso trazendo um valor, uma pequena diferença, que fez da TAM uma grande empresa.

Ele simplesmente resolveu estender o tapete vermelho para os passageiros.

Assim, também, Abilio Diniz fez do Pão de Açucar um “Lugar de Gente Feliz”.

Foram estes valores, estas combinações, que fizeram da TAM e do Pão de Açúcar, exemplos de sucesso.

Mas e daí, Cadu?

Um dos pontos de combinação mais importante e esquecido, no caso do psicólogo, é a sua personalidade. O que seu jeito de ser agrega de valor às pessoas?

Quais são seus valores?

Reconhecer aspectos simples da própria personalidade e combiná-los com seu conteúdo, pode gerar um valor todo especial.

Não é preciso ser idêntico a nada, e tão pouco fazer uma super inovação.

A palavrinha magica para muitos empreendedores, então, é Combinar!

Seja combinar ideias, agregar valores, ou simplesmente reconhecer suas próprias características pessoais e inovar combinando elas com seu serviço.

Aprenda sobre empreender e inove sendo você, agregue os valores que falam para o seu coração e com quem você ja é!

Bóra Refletir?
Gostou do assunto?

Se você gostou ou tem perguntas comente agora aqui em baixo.
Aqui sua Palavra é importante

Cadu Borbolla

As 06 Características de um Empreendedor Inesquecível

Olá Psi, tudo bem? 🙂

Você já ouviu a metáfora – “Quem não é visto, não é lembrado”?

Pois bem, eu sempre falo isso para os meus clientes, mas também explico a eles o seguinte:

“ser visto” não é suficiente para se fazer “lembrado”.

Como assim, Cintia?! O.o

Ser visto é apenas uma das ações estratégicas que o empreendedor toma, mas ela sozinha não é suficiente para garantir que as pessoas se lembrem de você…

Para ser inesquecível, existe uma estrutura pessoal à sustentar. E essa estrutura só se levanta mediante a efetividade de algumas características:

 

  • 1 – Integridade

Honrar a sua palavra;
Ser verdadeiro com você e com as pessoas;
Seguir a ordem – SER, FAZER e TER.

  • 2 – Missão, Visão e Valores

Ter a percepção clara e bem definida do que faz e porque faz;
Nutrir a essência e integridade, para não se perder pelo caminho.

  • 3 – Maturidade

Definir limites;
Ter inteligência emocional;
Saber gerir conflitos e desafios.

  • 4 – Empatia

Compreender que as pessoas se desequilibram;
Reconhecer os méritos dos outros;
Valorizar o trabalho de parceiros ou colaboradores;
Se manter aberto.

  • 5 – Paciência

Saber aguardar uma boa oportunidade;
Aprender a conter a ansiedade;
Recuar quando for necessário.

  • 6 – Solidariedade

Manter-se disponível;
Manter ações voluntárias;
Gerar valor;
Dividir conhecimento.

Lembrem-se sempre:

Solidariedade, além de fazer bem para o coração, gera visibilidade! 🙂

Quando decidir dar início ao seu projeto empreendedor, tenha essas premissas em mente. Os tópicos parecem simples, mas a prática não é tão fácil, porque exige desenvolvimento interior.

Você pode ter um lindo projeto, um ótimo modelo de negócios, mas sem desenvolver essas premissas, à longo prazo, não se sustenta!

Compreender e dominar aquilo que você defende por aí, é fundamental para que possa atingir a excelência empreendedora, e, aqui, no Empreenda Psi, vamos ensinar você, como colocar em prática cada uma dessas ações. Vem com a gente!

Para o alto e avante!

Cíntia Milanese

“Empreenda Psi de mãos dadas com a sua independência”

Simplifique. Como Colocar a Energia no Lugar Certo?

Olá Psi,

Estes dias um amigo que estava passando um “aperto” financeiro me perguntou se eu o ajudaria com dicas de empreendedorismo e se ele tinha o perfil para empreender…

É claro que eu disse “SIM!” para tudo!

Porque apesar de algumas pessoas terem mais facilidade que outras, um empreendedor se desenvolve com tempo e ninguém fica ótimo em algo do dia para noite.

O que não falei para meu amigo, é que os Psicólogos (e ninguém vai contar isso em lugar nenhum para você), são geralmente, pessoas com um perfil empreendedor incrível!

Reflita comigo:

Dentro do Consultório, para auxiliar uma pessoa, o psicólogo já é empreendedor:

  • Um bom psicólogo no consultório tem iniciativa, aguarda o momento certo para agir, e, psicólogos são ótimos nisso;
  • Psicólogos são perseverantes, porque é preciso paciência e persistência nos casos mais difíceis, não é?
  • Psicólogos assumem riscos calculados, quando aceitam trabalhar com alguém mesmo sem saber de tudo e até se sentindo preocupados com a situação;
  • Psicólogos tem capacidade de esquematizar, planejar suas ações para auxiliar outras pessoas;
  • Psicólogos trabalham a empatia e estão sempre buscando aprimoramento profissional para auxiliar as pessoas;
  • Psicólogos conhecem diversos outros psicólogos e, têm uma boa rede de contatos, onde trocam informações relevantes para se ajudar com o trabalho;
  • Psicólogos têm autoridade dentro do consultório e usam ela da forma mais equilibrada possível!

Sei que você poderia pensar que, fazer algo em uma área, não é igual a fazer algo em outra área.

Se somos confiantes em uma situação, não significa que sejamos em outra, certo?

Mas, em contrapartida, o que é mais fácil?

  • Transportar características e habilidades que já temos em uma área para outra?
  • Ou desenvolver tais características e habilidade que não existem ainda?

Tudo que você precisa para escrever um bom texto, gravar um vídeo, gerar valor, provavelmente está aí, dentro de você.

É claro, talvez alguém se sinta profissionalmente falho em uma destas questões que citei acima. Neste caso, eu só posso dizer, que quando pensamos em empreender criamos uma motivação e alavanca para sermos dia a dia profissionais melhores.

Percebe como as coisas se casam?

Agora, me diga uma coisa Psi: Com que tipo de cliente / paciente / situação, este perfil empreendedor surge com mais energia na sua vida?

Talvez, esta energia empreendedora surja com pessoas ansiosas, homens com baixa autoestima, pessoas co-dependentes, ensinando, analisando… É bem provável que descobrindo isso, você esteja diante de um sinal… Um Sinal de onde realmente Colocar Seu Foco.

Simplifique e Empreenda, Psi!

Cadu Borbolla

“Empreenda psi, de mãos dadas com a sua independência”

A Verdade sobre o Marketing

Olá Psi,

Ultimamente se tem ouvido falar muito sobre Marketing, principalmente Marketing Digital. Mas ninguém admite que existem 2 lados no marketing, e precisamos escolher o nosso lado…

Esta escolha é o nosso farol para desenvolver serviços, criar conteúdos e usar estratégias realmente boas.

Churchill Jr. e Peter, (2000), ligam o marketing a percepção que desenvolvemos dos problemas das pessoas e nossa capacidade de sanar estes problemas. Em suma, se você pode ajudar com algo, ponha a mão na massa!

Mas, a verdade é que este é apenas um lado da história. Este lado nós podemos chamar de Lado da Ética e Colaboração. Mas existe um Lado B, onde a principal necessidade levada em conta é a de gerar dinheiro para quem oferece ou vende algo.

Infelizmente é muito fácil realizar pesquisas e se aventurar a oferecer serviços e soluções as quais efetivamente não beneficiam as pessoas, são irreais ou não se tem qualificação para oferece-los:

  • “Cura Gay”;
  • “Melhore sua Auto Estima em 2 semanas”;
  • “Reconheça 100% dos mentirosos em sua vida”;
  • “Como salvar seu Casamento em 5 semanas (com um curso online)”.

É triste, mas estes serviços existem ou já existiram. Isso é o Lado B.

Vocês sabem que este lado B existe em todas as áreas e profissões. Não é necessário citar os Psi´s (só de titulo), Médicos, Advogados e etc, que fazem parte do Lado B de suas profissões.
Então, além de escolher o lado da sua profissão, para empregar bem o Marketing é preciso escolher de que lado estamos no Marketing também.

Você quer ficar do lado de quem quer ajudar ou do lado de quem quer só se beneficiar? As vezes os Psi´s que querem ajudar se deparam com o Marketing Lado B, estranho e esquisito, mas existe um lado bom.

O Lado da Ética e da Colaboração, incrivelmente e felizmente, está crescendo, e oferece a oportunidade de vocês levarem algo bom ao mundo e de forma natural terem recursos para viver bem e se concentrar em colaborar mais.

Mesmo que você não saiba ainda seu valor e o que pode levar de bom para o mundo, este lado ético e de colaboração, também te ajuda a definir isso de verdade.

Então, escolha o seu lado!

Nós aqui, falamos para o Lado da Ética e da Colaboração, porque acreditamos e queremos do fundo da alma, construir um mundo melhor!

Se você se identifica com este lado e quer aprender coisas práticas ou entender como tudo funciona de verdade, nós iremos te contar muitas coisas por aqui, para você fazer e também para evitar fazer.

Por exemplo:

Você sabia que ao ser convidado(a) para palestrar em um evento grande, deveria se preocupar em fazer alguns cartões de visitas, especialmente para este evento? Não só isso… você também poderia usar o mesmo padrão visual e gráfico dos cartões nos seus slides, em uma tiragem pequena e especial?

Certamente, se você fez o seu trabalho bem, você será facilmente lembrando(a) com uma breve olhada no design do cartão (mesmo sem lê-lo); Não é ótimo?

Agora, me diga uma coisa… O que você acha deste assunto que acabou de ler? Tem dúvidas, questões, quer dividir algo com os outros Psi´s? Escreva seu comentário… Ele é muito importante para construirmos uma rede de apoio e aprendizado.

Suas Palavras Fazem Diferença!

Cadu Borbolla

“Empreenda Psi, de mãos dadas com a sua independência”